Alerta - Estamos trilhando o caminho para a Terceira Guerra Mundial - A agenda está em curso

Todos os "vermelhos" se levantarão contra o imperialismo dos EUA e seus aliados.

O que não te contam sobre a situação atual do Brasil, leiam é importante.

O Caos começou na Venezuela, foi para Argentina e vem para o Brasil.

CUIDADO: FALSO ARREBATAMENTO A CAMINHO.

Jogo INWO também revelaque haverá um Falso Arrebatamento, "abdução", com noticias sobre queda de "meteoros, naves espaciais, e alienígenas"

Perigo: Evento solar de grande proporção deve ocorrer nos próximos meses

A inversão do campo magnético do Sol é de fato um evento de grande magnitude

24 de maio de 2014

[VÍDEO] Objeto vindo do espaço cai na China e ainda é desconhecido por autoridades


Moradores de duas localidades da província de Heilongjiang avistaram bolas de fogo rasgando o céu sexta-feira dia 23/06/2014, por volta de 6h (horário local), de acordo com notícia divulgada pela Chinanews.com. Algumas fotos indicam que os objetos seriam de metal com aberturas serrilhadas. 

De acordo com a versão em inglês do Serviço de Notícias da China, os objetos podem ser partes de um foguete que estava levando o Express-AM4R, mas nenhuma informação ainda foi confirmada. 
O foguete foi lançado do Cazaquistão, mas queimou nove minutos depois do lançamento, de acordo com notícias da ITAR-Tass, da Rússia. Acredita-se que o foguete se destroçou por causa de uma falha do motor de direção, de acordo com Oleg Ostapenko, chefe da Agência Espacial Russa, a Roscosmos. 

O foguete estava a uma altura de 161 quilômetros quando queimou na atmosfera. De acordo com Ostapenko, os destroços do foguete foram todos queimados. 
O satélite que iria ao espaço custou US$ 275 milhões e foi fabricado pela Astrium, uma unidade espacial do grupo Airbus e um dos satélites mais poderosos construídos até então. Embora a Rússia afirme que os fragmentos do foguete não poderiam ter causado estragos, alguns setores da mídia chinesa suspeitam que os objetos que caíram na China seriam partes do foguete. 
Os três locais em que foram encontrados os objetos foram interditados para investigação, mas as autoridades chinesas descartaram qualquer risco de perigo por conta do incidente.



http://noticias.seuhistory.com

22 de maio de 2014

Milhares de peixes aparecem mortos em Nova Jersey


Milhares de peixes mortos nas praias de Nova Jersey, cidadãos preocupados - 21 de maio, 2014 - Milhares de peixes em Nova Jersey, realizada às margens do Belmar Beac, a causa desconhecida... 

Foram encontrados milhares de peixes encalhados, o que espantou os moradores, as praias da cidade de Spring Lake, New Jersey. A área afetada pela enorme mortandade de peixes é a do Rio Tubarão na praia Belmar e a praia foi literalmente coberta com uma incrível quantidade de peixes mortos, como demonstrado no vídeo que mostra o inusitado número de peixes mortos. Milhares de peixes mortosMilhares de peixes mortos:
Veja o vídeo:



Uma verdadeira invasão de peixes, estimada em várias toneladas, o que exigiu a intervenção de dezenas de voluntários para retirar o peixe da praia antes de começarem a emissão de mau cheiro. Não está claro o que faz com que a onda de mortes destes peixes, que poderia ser uma corrente submarina que os empurrou em direção à costa, ou, como autoridades ambientais explicar a origem da mortandade de peixes pode ser um processo natural de superprodução com a consequente redução de oxigênio. 
Um fenômeno que ocorre regularmente, a cada 20 ou 30 anos.

http://www.centrometeoitaliano.it 

2 de maio de 2014

Deslizamento de terra deixa 2.500 pessoas soterradas no Afeganistão, segundo jornal local

Uma série de deslizamentos de terra no norte do Afeganistão soterrou pelo menos 2,5 mil pessoas e retirou 700.


A Organização das Nações Unidas já confirmou a morte de 350, mas Shah Waliwallah Adib, governador da Província de Badakhshan diz que todos os moradores locais morreram 
Foto: Reuters
Cerca de duas mil pessoas estão dadas como desaparecidas depois de um deslizamento de terras ter deixado Hobo Barik, uma localidade do nordeste do Afeganistão, totalmente soterrada, confirmaram as autoridades do país.
 O deslizamento de terras terá sido consequência das fortes chuvas que têm atingido a região de Badakshan. O Governador desta província, Shah Waliullah Adeeb, confirmou o desaparecimento de cerca de dois mil habitantes depois de uma montanha ter colapsado e ter enterrado cerca de 300 casas.

O Governador diz que as equipas de resgate já estão no local mas que têm falta de equipamento e, por isso, apela a ajuda do exterior. “Não temos sequer pás suficientes. E precisamos de maquinaria pesada”, disse.
As autoridades evacuaram também uma aldeia vizinha com receio de novos deslizamentos.
AP/SOL
http://sol.sapo.pt/


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...